download.png

A Placa Preta é o atestado de que o veículo preserva as caracterísitcas originais e tem seu valor histórico, sendo o retrato exato da indústria automobilistica da época em que foi fabricado. 

                                                              Veículo de Coleção (Placa Preta)

 

            Para o veículo ser qualificado como veículo de coleção e receber a placa preta, deve preencher dois requisitos:

 

1 – Ter mais de 30 anos de fabricação.

2 –  Obter o certificado de originalidade.

 

I – EXCLUDENTES

 

       Fica impossibilitado de realizar a vistoria, os veículos que apresentarem as seguintes características:

 

1 - Modificação ou alteração na carroceria - Serão aceitas modificações de carrocerias, feitas por encarroçadores, sob encomenda dos fabricantes (Exemplos: Karmann Ghia, Bertone, Brasinca), e por empresas especializadas de época, como Sulam, Dacon, SR, Envemo etc).

  • Empresas oficialmente homologadas pelo Governo Federal, como pequenos fabricantes, na época,terão seus veículos liberados para avaliação (Exemplos: Concorde, Bianco,Dardo).

  • Veículos especiais, não oficialmente homologados na época pelo Governo Federal ou considerados artesanais como fabricantes,terão sua avaliação estudada pela FBVA (Exemplos: Gazelle, Kadron).

 

2 - Pinturas extravagantes ou fora dos padrões de fábrica do veículo – Serão aceitas, neste caso, cores opcionais de catálogo do fabricante e suas discretas diferenças de tonalidades, desde que da mesma época.

 

3 - Rebaixamento de suspensões.

 

4 - Motores e coletores de épocas diferentes ou  de outras marcas – O  motor  poderá ser igual (se não for  o original), porém com características estéticas originais. A cor do Motor também será excludente.

  • Veículos militares com alterações de motor feitas pelas forças armadas, serão aceitos.

      - Modificações de motores, em Volkswagen, de 1200 cc para 1300 cc, serão aceitas, com perda total de pontos neste item.

  • Cor de motor diferente da original é item excludente. Variações de tonalidade são permitidas.

 

5 - Rodas inadequadas – Rodas, esportivas ou não, comprovadamente de época, serão aceitas (comprovação deve ser apresentada pelo proprietário). Serão toleradas alterações de aro e tala até 1”, somente com a justificativa de escassez de peças de reposição. Exemplo: Não há pneus nas medidas originais do auto JK, motivo pelo qual a roda original precisa sofrer alterações.

 

 

6 - Carros muito originais porém mal conservados, pois fogem ao princípio básico de preservação e cuidado.

 

7 - Carros ainda em recuperação.

 

8 - Ausência de equipamentos obrigatórios, pois a segurança ao rodar, preservando o seu patrimônio e a integridade de terceiros, deve ser regra básica entre os colecionadores.

 

9 - Adaptações à gás – Veículos adaptados ao sistema de GNV não serão aceitos, porém em casos como   o gasogênio, este será considerado como acessório de época.

 

10 - Acessórios - Comprovadamente de época, serão aceitos. Películas para vidros, como insulfilm, não serão aceitas.

 

11 - Freios a Disco - Serão toleradas as modificações de freio a tambor para freios a disco, com pontuação “ZERO” apenas nas rodas dianteiras.

 

12 - Sistema de Alimentação de Combustível - Injeção de combustível em carro originalmente carburado é item excludente. Carro originalmente injetado, modificado para carburado, deverá ser analisado pela FBVA. Serão aceitos módulos controladores de injeção, não originais, desde que mantenham a estética original.

folha_da_mata_21_12_2017_placa_preta.jpg